Enquadra-se como segurança privada toda atividade voltada à vigilância e defesa do patrimônio ou segurança física de pessoas, de forma armada ou desarmada.
Regulamentada por leis federais, essa atividade só pode ser exercida por empresas legalmente constituídas e devidamente autorizadas pelo DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL.
Além disso, os profissionais de vigilância devem, obrigatoriamente, ser formados em cursos especializados, possuir a CNV (Carteira Nacional de Vigilante) e passar por reciclagens periódicas, pois a profissão de vigilante é regulamentada por lei.